© Todos os Direitos Reservados. Não é permitido compartilhar o conteúdo deste Blog em outros sites. Este Blog está protegido contra cópias de seu conteúdo inteiro ou em partes. Grata pela compreensão.

Nakṣatras




Ketu
Śukra
Sūrya
Candra
Maṅgala
Rāhu
Bṛhaspati
Śani
Budha
Aśvinī Bharaṇī Kṛttikā Rohiṇī Mṛgāśirṣā Ārdrā Punarvasu Puṣya Āshleshā
Maghā P.Phālgunī U.Phālgunī Hastā Chitrā Svātī Vishākhā Anurādhā Jyeṣṭhā
Mūla P.Ashāḍhā U.Ashāḍhā Śravaṇa Shravishthā Śatabhiṣā P.Bhādrapadā U.Bhādrapadā Revatī




O Zodíaco está dividido em 27 Nakṣatra, cada um com um comprimento exato de 13⁰20’, pois esse é o valor quando dividimos os 360⁰ do zodíaco em 27 partes. Cada Nakṣatra é novamente dividido em 4 partes chamados Padas (pernas/pés) ou Caraṇas. Existem 108 Caraṇas, ou padas. Cada Pada Nakṣatra tem o comprimento de 3⁰20. Cada Rāśi tem 9 Caraṇas (108/12). 

A Lista dos Nakṣatras com seus respectivos pontos iniciais, finais, senhores governantes etc., encontra-se nas tabelas que se seguem. Em algumas cartas divisionais, como o Kota Cakra e o Sarvatobhadra Cakra, são considerados 28 Nakṣatras, sendo seu último quadrante chamado de “Abhijit”. Alguns Sistemas de Daśās são baseados nos Nakṣatras. 

Em BHPS, Parāśara se refere aos Nakṣatras como “corpos celestiais” sem movimentos: “Oh, Brâhmane, ouça sobre a colocação dos corpos celestiais. Dos muitos corpos luminosos avistados no céu, alguns são estrelas, ainda outros são Grahas. Mas aqueles que não têm movimentos são os Nakṣatras (asterismos)”. Cap. 3, 2-3, BHPS. E ele continua nos versos seguintes: “Aqueles que são chamados Grahas são os que se movem através dos Nakṣatras (ou mansões estelares) no zodíaco. Este zodíaco compreende 27 Nakṣatras, começando por Aśvnī. A mesma área é dividida em 12 partes iguais para as 12 Rāśis começando em Meṣa. Os nomes dos Grahas começam com Sūrya (Sol). A Rāśi que se eleva é conhecida como Lagna. Baseado no Lagna e nos Grahas, unindo e separando um do outro, os bons e maus resultados podem ser deduzidos”. Quando Parāśara fala “unindo e separando um do outro”, ele fala do movimento dos Grahas formando diversos Dṛṣṭis um com o outro. 

Os Senhores dos Nakṣatras são 27, inversamente contados em Rāśis pares e Rāśis ímpares. 

Os Nakṣatras, ou mansões lunares, têm um lugar especial na Astrologia da Índia. Eles são mencionados nos antigos Śāstras Indianos, o Atharva e o Yajur Veda, os quais listam todos os 27 Nakṣatras. 

A análise dos Nakṣatras é um importante ponto para a astrologia eletiva, ou Muhurta. Ele, juntamente com a análise da Tithi (dia lunar), Vāra (semana), Yoga (união do sol e da lua), e Karana (metade de um dia lunar), formam o Pañcaṅga, ou cinco membros ou acessórios utilizados nestas análises. 

Nakṣatra é citado no Rik Veda, VI, 67, 6, como uma estrela ou um corpo celestial, também aplicado ao Sol. Algumas vezes, em seu sentido coletivo como “as estrelas”, um asterismo ou constelações através do qual a lua passa; uma mansão lunar, como em Atharva Veda. Nos Vedas os Nakṣatras são também mencionados como a morada dos deuses, ou de pessoas piedosas depois de sua morte (veja quadro explicativo sobre os Lokas – planos celestiais de existência); também é citado como esposas da Lua e filhas de Daksha Prajāpati. 

Na Índia todo o calendário é feito com base nos Nakṣatras, onde o surgimento de um Nakṣatra no momento da Lua Nova é que decidirá o governante daquele mês Lunar. 

Os Nakṣatras e os Lokas (planos de existência) 

Cada Nakṣatra tem um planeta governante, uma divindade governante, uma forma e significados atribuídos à estrela etc. Como podem perceber na tabela abaixo, existem 3 grupos principais de Nakṣatras que governam um Loka. De Aśvinī a Āshleshā temos o governo sobre o Bhu-loka, que é o plano terreno. De Maghā até Jyeṣṭhā ocorre o governo sobre o Bhuva Loka, que é o espaço entre a Terra e o Sol, habitado por Munis, Siddhas etc., em seguida temos Svarga Loka, governado pelos Nakṣatras que vão de Mūla a Revatī, que é o paraíso de Indra, acima de Sūrya ou entre a estrela polar e Sūrya. 

Além destes Lokas, existem outros, totalizando 7 mundos, a saber: Bhu-loka (Terra), Bhuva Loka (céu; espaço entre a Terra e o Sol) Svarga Loka (paraíso; espaço entre o Sol e a estrela polar), Mahā Loka (região do meio; acima da estrela polar, habitado por Bṛgu e outros santos que sobreviveram à destruição dos três mundos inferiores), Janar Loka (local de renascimentos; habitado pelo filho de Brahmā, Sanat-Kumara etc), Tapar Loka (mansão do bem-aventurado; habitado pelas Vairagins deificadas), Satya Loka ou Brahmā Loka (morada da verdade; morada de Brahmā, a morada que isenta de renascimentos). Algumas vezes (vide Arthava Veda) 14 moradas são citadas, ou seja, 7 moradas espirituais e 7 moradas inferiores, denominadas em ordem decrescente até o Inferno (Patala), ou seja, A-tala (terra), Vi-tala, Su-tala, Rasa-tala, Tala-tala, Maha-tala e Patala. 

Cada ciclo (um paryaya) de 9 Nakṣatras governam um Loka, dos 3 primeiros citados neste texto, e a Divindade Planetária governante que inicia este ciclo é Ketu.




1. Nakṣatra


Nome Longitude Sideral      Governante  Pada 1      Pada 2      Pada 3      Pada 4     
01
00° – 13°20′ Áries
Ketu
चु Chu     
चे Che  
चो Cho  
ला Lā
02
13°20′ – 26°40′ Áries
Vênus
ली Lī लू Lu ले Le लो Lo
03
Kṛttikā कृत्तिका 26°40′ Áries – 10°00′ Touro
Sol
अ a ई ī उ u ए e
04
Rohiṇī – रोहिणी 10°00′ – 23°20′ – Touro
Lua
ओ o वा Vā वी Vī वु Vu
05
Mṛgāśirṣā – म्रृगशीर्षा 23°20′ Touro – 06°40′ Gêmeos
Marte
वे Ve वो Vo का Kā की Kī
06
Ārdrā – आर्द्रा 06°40′ – 20°00′ Gêmeos
Rahu
कु Ku घ Gha ङ Ṅa छ Cha
07
Punarvasu – पुनर्वसु 20°00′ Gêmeos – 03°20′ Câncer
Júpiter
के Ke को Ko हा Hā ही Hī
08
Puya – पुष्य 03°20′ – 16°40′ Câncer
Saturno
हु Hu हे He हो Ho ड Ḍa
09
Āshleshā – आश्लेषा 16°40′ Câncer – 00°00′ Leão
Mercúrio
डी Ḍī डू Ḍū डे Ḍe डो Ḍo
10
Maghā – मघा 00°00′ – 13°20′ Leão
Ketu
मा Mā मी Mī मू Mū मे Me
11
Pūrva Phālgunī पूर्व फाल्गुनी 13°20′ – 26°40′ Leão
Vênus
नो Mo टा Ṭā टी Ṭī टू Ṭū
12
Uttara Phālgunī –  त्तर फाल्गुनी 26°40′ Leão – 10°00′ Virgem
Sol
टे Ṭe टो Ṭoपा Pāपी Pī
13
Hastā – हस्त 10°00′ – 23°20′ Virgem
Lua
पू Pū ष Ṣa ण Ṇa ठ Ṭha
14
Chitrā – चित्रा 23°20′ Virgem – 06°40′ Libra
Marte
पे Pe पो Po रा Rā री Rī
15
Svātī – स्वाती 06°40′ – 20°00 Libra
Rahu
रू Rū रे Re रो Ro ता Tā
16
Vishākhā – विशाखा 20°00′ Libra – 03°20′ Escorpião
Júpiter
ती Tī तू Tū ते Te तो To
17
Anurādhā – अनुराधा 03°20′ – 16°40′ Escorpião
Saturno
ना Nā नी Nī नू Nū ने Ne
18
Jyeṣṭhā – ज्येष्ठा 16°40′ Escorpião– 0°00′ Sagitário
Mercúrio
नो No या Yā यी Yī यू Yū
19
Mūla – मूल 00°00′ – 13°20′ Sagitário
Ketu
ये Ye यो Yo भा Bhā भी Bhī
20
Pūrva Ashāhā – पूर्वाषाढ़ा 13°20′ – 26°40′ Sagitário
Vênus
भू Bhū धा Dhā फा Phā ढा Ḍhā
21
Uttara Ashāhā –  उत्तराषाढ़ा 26°40′ Sagitário– 10°00′ Capricórnio
Sol
भे Bhe     भो Bho जा Jā जी Jī
22
Śravaṇa – श्रवण 10°00′ – 23°20′ Capricórnio
Lua
खी Khī खू Khū खे Khe     खो Kho   
23
Shravishthā ou Dhaniṣṭha        23°20′ Capricórnio – 06°40′ Aquário          
Marte
गा Gā गी Gī गु Gu गे Ge
24
Śatabhiṣā – शतभिषा 06°40′ – 20°00′ Aquário
Rahu
गो Go सा Sā सी Sī सू Sū  
25
Pūrva Bhādrapadā –  पूर्वभाद्रपदा 20°00′ Aquário – 03°20′ Peixes
Júpiter
से Se सो So दा Dā दी Dī
26
Uttara Bhādrapadā –  त्तर भाद्रपदा 03°20′ – 16°40′ Peixes
Saturno
दू Dū थ Tha     झ Jha ञ Ña
27  
Revatī – रेवती 16°40′ – 30°00′ Peixes
Mercúrio
दे De दो Do च Ca ची Cī



Os Gaṇḍāntas (planetas em saṃdhī de duas Rasis) 

Perceba que os planetas posicionados em áreas saṃdhī (da palavra saṃdhīṣu, unir, conectar, combinar com etc), que são aquelas da junção entre duas Rasis (signos), ou seja, Peixes-Áries, Câncer-Leão, Escorpião-Sagitário dão efeitos karmicos poderosos (não se diz que efeitos seriam esse, se benéficos ou maléficos). Esses pontos de junção são conhecidos como Gaṇḍānta. Outras escrituras afirmam que se qualquer Graha (planeta) está localizado nos últimos 3 graus de Āshleshā, Jyeṣṭhā e Revatī e nos primeiros 3 graus de Aśvinī, Maghā e Mūla, o faz sujeito ao Gaṇḍānta e fraco e afligido. Atribui-se também à morte prematura de nasciturnos pela posição da Lua em algum Gaṇḍānta. Tudo é uma questão de observação. 

A tripla influência lunar na vida do nativo 

Candra tem um relacionamento especial com os Nakṣatras, dando a ele 108 posições de colocação. Na análise de uma Carta Natal, primeiramente deve-se dar a Candra a influência do signo onde está depositado, em seguida ao governante do Nakṣatra em que ele se encontra e, por fim, sua influência pelo senhor do Pada do Nakṣatra em que ele se encontra. Sendo assim, observe as 3 influências sobre Candra na Carta Natal, pois esta triplicidade irá alterar os significados Candra sobre o nativo. 

A Rāśi em que se encontra Candra no momento do nascimento é também chamada de Janma Rasi. 

Nakṣatra e o Vimśottarī Daśā 

Na análise da Vimśottarī Daśā, é a posição de Candra em um determinado Nakṣatra que irá determinar a Daśā que iniciará a vida do nativo. Assim, se Candra se encontra no Nakṣatra de Uttara Ashāḍhā, a Daśā dele se iniciará em Sūrya, pois Sūrya é o graha governante deste Nakṣatra. 

Nakṣatra e Muhurtha 

A posição de Candra em um Nakṣatra também desempenha um papel importante na astrologia eletiva, pois é por meio desta posição que se pode ver os momentos auspiciosos para casamento, construção de um imóvel, viagens, negócios etc. 

Nakṣatras e Guṇas 

Cada Nakṣatra detém a energia de um guṇa. A posição dos planetas nos Nakṣatras recebem a influência dessas energias e passam a agir de acordo. Um olhar atento fará o astrólogo perceber as motivações internas dos planetas em uma carta pela colocação dele em um Nakṣatra que reflete a influência de um guṇa determinado. Existem três guṇa, Sattva, Rajas e Tamas. Atribuindo o guṇa Rajas a Aśvinī, o próximo Nakṣatra (Bharanī) será Tamas e o seguinte (Kṛttika) será Sattva. Repete-se a sequência até o fim. Estes são os níveis subconscientes de ação do Jīva no mundo. 

A Motivação dos Nakṣatras 

Cada Nakṣatra tem uma motivação para agir no mundo. De acordo com os 4 objetivos de vida, Artha, Dharma, Kāma e Mokṣa, cada um desses Nakṣatras revelará os propósitos de ação do planeta na vida do nativo, sua influência sobre as atividades da vida do Jīva. 

Um planeta em um Nakṣatra Artha, além de sua natureza (guṇa), também revelará a energia planetária que ajudará/influenciará o nativo nas ações que se aplicam à riqueza, questões financeiras e outras necessidades básicas da subsistência material. Do mesmo modo um planeta em um Nakṣatra Dharma, inclinará o nativo para ações corretas, para a realização de seus deveres para com os outros e consigo mesmo. Um planeta em um Nakṣatra Kāma revelará como o planeta agirá em busca da realização da paixão, do amor etc. Um planeta em Nakṣatra Mokṣa revelará como o planeta influenciará na busca do indivíduo pela Liberação, a auto realização. 

Assim como Candra, cada graha colocado tem uma tríplice influência. Ele recebe influência do signo, do Nakṣatra e do pada do Nakṣatra em que se encontra depositado.





2. Nakṣatra

NomeObjetivoGanaSignificadoEstrelasDescriçãoSexo
01
DharmaDevaCavaleiro 3Cabeça de CavaloMasculino 
02
Artha Manuṣa Portadores 3Órgão Sexual FemininoFeminino
03
KṛttikāKāma Rākṣasa Navalha/Cortador6Punhal/NavalhaFeminino
04
RohiṇīMokṣaManuṣa Vaca avermelhada5CarruagemMasculino
05
MṛgāśirṣāMokṣaDevaCabeça de Antílope3Cabeça/CervoNeutro
06ĀrdrāKāma Manuṣa Úmido/Orvalhado1Lágrima/joiaFeminino
07PunarvasuArthaDevaRetorno da Luz/Bens 4/5Tremor/Casa/ArcoMasculino
08PuyaDharmaDevaNutridor/Flor3Teta de Vaca/Flecha/FlorMasculino
09ĀshleshāDharmaRākṣasa Entrelaçado/Abraçado5/6Roda/SerpenteFeminino
10MaghāArtha Rākṣasa Benéfico/Poderoso5Trono/PalanqueFeminino
11Pūrva PhālgunīKāma Manuṣa Alguém Anteriormente Vermelho2/8Pernas de uma Cabana/de um berço/EtapaFeminino
12Uttara PhālgunīMokṣaManuṣa Depois de Alguém Vermelho2Cama/Pernas de um berço/de uma cabanaFeminino
13HastāMokṣaDevaMão5Mão FechadaMasculino
14ChitrāKāma Rākṣasa Brilhante/Ilustre1PérolaFeminino
15SvātīArtha DevaIndependente/Espada1Coral/SafraFeminino
16VishākhāDharmaRākṣasa Ramificado/Ramos Bifurcados 4/5Portal Triunfal Adornado com Flores/Roda de OleiroFeminino
17AnurādhāDharmaDevaSucesso Posterior/Seguindo Radha4Pilha de Arroz(Bali)/GuardaChuvaMasculino
18JyeṣṭhāArtha Rākṣasa O Mais Velho3Brinco/Guarda Chuva/TalismãFeminino
19MūlaKāma Rākṣasa Raiz/Início11Cauda de Leão/AgachadoNeutro
20Pūrva AshāMokṣaManuṣa Vitória Anterior2Leque/Cesta/Presa/QuadradoFeminino
21Uttara AshāMokṣaManuṣa Vitória Recente2/8Presa de Elefante/QuadradoFeminino
22ŚravaṇaArtha DevaFamoso/Audiência33 Pegadas/FlechaMasculino
23ShravishthāDharmaRākṣasa Muito Rico/Muito Rápido4/5Mridanga (Tambor)Feminino
24ŚatabhiṣāDharmaRākṣasa 100 Medicamentos/Médicos100Círculo/FlorNeutro
25PūrvaBhādrapadāArtha Manuṣa Alguém Anteriormente Auspicioso2Homem com dupla face/Pernas de uma cabana ou berçoMasculino
26UttaraBhādrapadāArtha Manuṣa Alguém Recentemente Auspicioso2/8Última cama, pernas de um berço ou cabana, junto de 2 homensMasculino
27RevatīMokṣaDevaRico32Mridanga (Tambor)/PeixeFeminino



Natureza dos Nakṣatras




Além dos Guṇas, Gênero, Deva, Motivação etc., os Nakṣatras têm uma natureza própria, tal como mostra a tabela abaixo. Esta natureza é utilizada na astrologia eletiva, ou Muhurta, pois é por esse meio que são feitas as consultas necessárias para avaliar se um momento é ou não auspicioso para um determinado evento.


Natureza
Nakṣatras
1 – Dhruva ou sthira (fixo)
2 – Cara ou cala (móvel)
3 – Ugra ou krūra (violento)
4 – Mishra ou sadharana
5 – Kshipra ou laghu
6 – Mridu ou maitreya
7 – Tīkshna ou darun


Druva (fixo) é auspicioso quando se pretende semear ou lidar com a agricultura, grihapravesha, ao plantar um jardim, nagara-pravesha, gramavasa (estabelecendo uma vila), Vinayakashanti, primeira prática de música, roupas novas, prazeres eróticos, fazendo e usando ornamentos. 

Cara (móvel) é auspicioso para dirigir um carro, elefante, cavalo etc., colocar um jardim e entrar nele pela primeira vez, inaugurar um navio, intercurso sexual, compra de ouro, prata e pedras preciosas, ou começar um novo ramo de aprendizado. 

Ugra (violento ou cruel) dá derrota sobre um inimigo, instrumentos elétricos ou fogo, começar novas luzes ou fogo, envenenamento, manirika ghata prayoga (para prejudicar ou ferir alguém recitando mantra ou fazendo tantra), domar animais; todas os trabalhos relacionados a crueldade devem ser feitos nos Nakṣatras ugra. 

Mishra (sadharana) trata de mistura de metais e outras coisas, alguém cativante, uso de veneno, ações relacionadas ao ódio, agnikarma, início do agnihotra (luzes para o yagna). 

Kshipra (pequeno) trabalhos móveis (que envolve movimentos), venda de bens, aprendendo os Śāstras, usando e comprando ornamentos, dando e tomando remédios, trabalhos relacionados à arte, cultura e literatura. 

Mridu (maitreya, macio ou amigável) usando roupas novas, fazendo amigos, fazendo ornamentos, atividades relacionadas à musica. 

Teekshna ou Daruna (grave) Abhichara karma (marana, uchchatan, vidveshana) ou seja, iniciando a recitação de mantras a ser concluído em um prazo prédefinido), briga, treino de cavalos e de elefantes, semear, começar um trabalho de construir um jardim, shanti-poushtika karmas (trabalhos relacionados com remédios ou pacificações de grahas), griha ou gramapravesha (entrando em uma casa ou em uma vila), sangeetavidyarambha (iniciando o aprendizado de música), entretenimento e o uso de roupas novas e de ornamentos.




3. Nakṣatra


Nome - Nível     SignificadoTaraNavtaraGrahaDeidade Tri-Loka       
01
Aśvinī –  CorpoNascimentoJanmaNascimentoKetuGaṇeśaBhū-Loka
02
Bharaṇī – CorpoAlimentoSampatRiquezaŚukraLakṣmīBhū-Loka
03
Kṛttikā – CorpoProblemaVipatInfortúnioSūryaSūryaBhū-Loka
04
Rohiṇī – CorpoCasaKshemaDescansando, fácilCandraGouriBhū-Loka
05
Mṛgāśirṣā – CorpoLutaPratyak Desafiar, injúriaMaṅgalaSkandaBhū-Loka
06Ārdrā – CorpoAprendizadoSādhaConcluirRāhuDurgāBhū-Loka
07Punarvasu – CorpoAssassinoVadhaAssassino, MorteBṛhaspatiŚivaBhū-Loka
08Puya – CorpoAuxiliadorMitraAssistente, Auxiliador
Śani
KālīBhū-Loka
09Āshleshā – CorpoProtetorAti-mitraAmigoBudhaKṛṣṇaBhū-Loka
10Maghā – MenteTrabalhoJanmaNascimentoKetuGaṇeśaBhuva-Loka
11Pūrva Phālgunī – MenteCasamentoSampatRiquezaŚukraLakṣmīBhuva-Loka
12Uttara Phālgunī –  MenteFraquezaVipatInfortúnioSūryaSūryaBhuva-Loka
13Hastā – MenteSegurançaKshemaDescansando, fácilCandraGouriBhuva-Loka
14Chitrā – MenteDesafioPratyak Desafiar, injúriaMaṅgalaSkandaBhuva-Loka
15Svātī – MenteRealizaçãoSādhaConcluirRāhuDurgāBhuva-Loka
16Vishākhā – MenteConquistadorVadhaAssassino, MorteBṛhaspatiŚivaBhuva-Loka
17Anurādhā – MenteColegaMitraAssistente, AuxiliadorŚaniKālīBhuva-Loka
18Jyeṣṭhā – MenteLíderAti-mitraAmigoBudhaKṛṣṇaBhuva-Loka
19Mūla – AlmaGuru, PaiJanmaNascimentoKetuGaṇeśaSvarga-Loka
20Pūrva Ashā – AlmaUpasana, SorteSampatRiquezaŚukraLakṣmīSvarga-Loka
21Uttara Ashā –  AlmaCaminhoVipatInfortúnioSūryaSūryaSvarga-Loka
22Śravaṇa – AlmaTemplo, ArenaKshemaDescansando,fácil,CandraGouriSvarga-Loka 
23Shravishthā  –  Alma Testes, Batida do coraçãoPratyak Desafiar, injúriaMaṅgalaSkandaSvarga-Loka
24Śatabhiṣā – AlmaSiddhi, MedicinaSādhaConcluirRāhuDurgāSvarga-Loka
25Pūrva Bhādrapadā – AlmaSannyasa, MorteVadhaAssassino,  MorteBṛhaspatiŚivaSvarga-Loka
26Uttara Bhādrapadā –  Alma       Fraternidade, ClubeMitraAssistente,Auxiliador ŚaniKālīSvarga-Loka
27Revatī – AlmaCoroação, Objetivo, Liberdade     Ati-mitraAmigoBudhaKṛṣṇaSvarga-Loka