© Todos os Direitos Reservados. Não é permitido compartilhar o conteúdo deste Blog em outros sites. Este Blog está protegido contra cópias de seu conteúdo inteiro ou em partes. Grata pela compreensão.

Bhāvas






Bhāvas



Navagrahas nos Bhāvas
Candra
Maṅgala
Budha
Bṛhaspati
Śukra
Śani
Sem conhecer a doutrina Hindu, é impossível praticar Jyotiṣa em sua totalidade, pois o porquê das definições aqui abordadas repousa sob tais princípios. 
– Karen De Witt

Nomes em atribuição:

Kendras (1ª, 4ª, 7ª, 10ª); 
Panapharas (2ª, 5ª, 8ª, 11ª); 
Apoklimas (3ª, 6ª, 9ª, 12ª); 
Koas ou Trikoas ou Tríades (1ª, 5ª e 9ª); 
Upachayas (3ª, 6ª, 10ª, 11ª); 
Dushthanas ou Trikshthanas (6ª, 8ª, 12ª); e 
Chaturasras (4ª e 8ª).

————

Digbala de um Planeta:

Sol e Marte - Agni - 10ª do Lagna e do AL
Lua e Vênus - Jala - 4ª do Lagna e do AL
Mercúrio - Pthvī - Lagna e AL
Saturno - Vāyu - 7ª do Lagna e do AL
Júpiter - Ākāśa - Lagna e AL
Ketu é como Marte;
Rahu é como Saturno.

Os planetas têm digbala (força direcional) em uma determinada Casa,  contados do Lagna e do AL, com base em seu Tattva - e somente por meio disto. Note que Sol e Marte tem Agni e a direção Leste lhes é favorável, sendo também o Lagna, onde uma das definições para esta casa é "Śaktī" que possui energia (Agni) para criar, marcando assim o início de toda a Criação por meio dos Tattvas.


Os Bhāvas e suas Direções nos Quadrantes:

Leste – Bhāva 1 
Oeste – Bhāva 7 
Norte – Bhāva 4 
Sul – Bhāva 10 
Nordeste – Bhāvas 2 e 3 
Noroeste – Bhāvas 5 e 6 
Sudoeste – Bhāvas 8 e 9 
Sudeste – Bhāvas 11 e 12 

Os Digpālas (*) dos Quadrantes:

Indra – Leste – Sol 
Iśāna – Nordeste – Júpiter
Somā (Kubera) – Norte – Mercúrio
Vāyu – Noroeste – Lua
Varuṇa – Oeste – Saturno
Rākṣasa – Sudoeste – Rāhu
Yama – Sul – Marte
Agni – Sudeste – Vênus
Ananta – Para cima – Ketu
Prajāpati (Brahmā)– Para baixo – Lagna

(*) As divindades aqui representadas são aquelas das D-10, que mostram a direção da vida da natividade a ser tomada para efeitos de trabalho etc, - e somente neste contexto.

Os Digpālas do Quadrantes, como por upāsanā para diversos fins devocionais, são diferentes em alguns pontos.

Isso será abordado com mais profundidade na parte que fala sobre as Divisionais, especificamente na D-10, e também em aplicações focadas nas retificações planetárias e demais medidas corretivas.

————

Metade de sua força direcional está nas casas adjuntas às principais aqui relacionadas.

Assim, um planeta colocado em determinada direção em que ele possua digbala, apontará a direção física a ser tomada para a realização de algo no mundo da forma. Ao contrário, o planeta que lhe opõem, conforme o gráfico, mostram as obstruções a esse caminho nas suas Daśās. 

Quando a pessoa toma a direção de um planeta que causa obstrução sobre uma determinada atividade, isso acarreta para ela inúmeros infortúnios como queda de posição, falha nos empreendimentos, doenças e até mesmo a morte.

Thanu Bhāva
————

Outros nomes: 

Śaktī (energia para criar), Lagna (1º Bhāva), Deha (corpo), Udaya (que surge), Rupa (forma), Sīrṣa (o que se eleva), Vartamana (existência) e Janma (nascimento).

————

Lagna – Estatura física, cor, forma e formato, constituição, saúde, vitalidade e vigor, disposições naturais e tendências, personalidade e luta pela vida, honra, dignidade, prosperidade, bem-estar geral, cabeça, parte superior da face, virtudes, longevidade, começo de vida e uma idéia sobre a estrutura geral da vida. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara: 

  • Se o Senhor do Lagna ocupa um Kendra ou um Koa com raios claros (sem ser eclipsado) em exaltação ou em Svaketra, quando o Senhor da 8ª casa está posicionado em outra casa que não um Kendra, e quando o Lagna está ocupado por um benéfico, a pessoa nascida terá vida longa, será rica, honrada, dotada com boas qualidades, será louvada pelos reis, será afortunada, possuirá belos membros, terá um bom físico, será destemida, de disposição virtuosa e terá uma boa e feliz família. 
  • Se o Senhor do Lagna estiver bem associado, a pessoa nascida viverá em uma boa vila ou entre boas associações. Quando o planeta associado estiver forte, ele estará sob o amparo de um renomado rei. Quando o dito planeta estiver em sua exaltação ele se tornará um rei. Se o planeta estiver em sua própria casa, a pessoa viverá em seu próprio local de nascimento. Ele estará sempre sobre suas pernas se o planeta estiver em uma casa móvel. Ele viverá em um lugar permanentemente se o planeta estiver em um signo fixo. O efeito será misto se for um signo dual. 
  • Se ao nascimento de uma pessoa o Senhor do Lagna estiver com raios brilhantes, ele se tornará famoso; se o planeta estiver bem colocado, a pessoa será feliz e próspera. Mas se ele estiver ocupando uma casa duṣṭabhāva, estiver na casa de um maléfico ou em casa inimiga, ou ocupando seu signo de depressão, o nativo será miserável e viverá em um local desprezível, residindo no meio de marginais ou de pessoas vis. Se o Lagna estiver forte, a pessoa será feliz, irá prosperar bem e terá poder e proeminência. Mas se o Lagna estiver sem força, o homem constantemente encontrará calamidades, será triste e sofrerá de doenças.


Sempre que o Senhor do Lagna estiver em conjunção (enquanto em trânsito) com o Senhor de qualquer Bhāva sob consideração, o sucesso (ou ganho) do Bhāva pode ser esperado se o Senhor do Bhāva estiver forte. Caso contrário, o efeito será diferente. Semelhantes investigações podem também serem feitas pela contagem de Candra ao invés do Lagna.
– Mantreśvara
Dhana Bhāva
————

Outros nomes:

Artha, Vitta (riqueza), Vidya (aprendizado), Sva, Annapana (riquezas de alimento e bebida), Bhukti (alimentação), o olho direito (Dakshakshi), face (Asya), carta ou documento (Patrika), discurso (Vak) e Kutumba

————

2º Bhāva – Questões de dinheiro, fortuna, lucro, ganhos ou perdas, fontes e poder da pessoa, realizações e posses de valor extrínseco, jóias, pedras preciosas, títulos, títulos e ações, modo de falar, visão, olho direito, memória, imaginação, unhas, língua, nariz, dentes, queixo, membros da família. Esta é também a casa da morte, ou MARAKA STHANA. Muitos instruídos são da opinião de que a educação também é uma significação desta casa etc. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • Se o Senhor da 2ª casa estiver posicionado no Lagna e benéficos ocupam a 2ª casa, a pessoa será dotada com as melhores qualidades, terá uma família prospera, será rica, afável e clarividente. Se o planeta governando o 2ª Bhāva estiver associado a Sūrya. O nativo utilizará seu conhecimento e riqueza para o bem da humanidade. Se a associação do dito Senhor estiver com Śani, a instrução da pessoa será muito insignificante e de uma ordem inferior.
  • Se o planeta associado for Bṛhaspati, a pessoa se tornará proficiente nas sagradas escrituras e códigos de leis; se for Budha, ele se tornará inteligente em política; se Śukra, ele será um especialista em assuntos amorosos; se Candra, ele conhecerá alguma coisa de artes; se Maṅgala, ele será um adepto em trabalhos forçados e será um caluniador; se Rāhu, ele será gago ou balbuciante (defeito na fala); se Ketu, ele será gago e falará mentiras; se maléficos ocupam a 2ª casa, a pessoa será um enganador e sem riqueza.

Deve-se predizer o sucesso ou a aquisição de um Bhāva (1) quando o Senhor do Lagna, durante seu trânsito alcança um signo que acontece de ser um signo Trikoṇa para a Rāśi ou o Amsa ocupado pelo Senhor do Bhāva em questão; ou (2) quando ele vem para o próprio Bhāva; ou (3) quando o Senhor do Bhāva transita um signo que é um triangular para o signo ou Amsa ocupado pelo senhor do Lagna; ou (4) quando ele vem para o próprio Lagna; ou (5) quando os dois senhores (ou seja, o do Bhāva e o do Lagna) transitam em conjunção ou aspectam um ao outro. O mesmo evento pode semelhantemente ser previsto quando o Kāraka do Bhāva em questão vem, durante o seu transito, em conjunção com o Senhor da Rāśi contendo o Lagna ou Candra. 
 – Mantreśvara
Sahaja Bhāva
————
Outros nomes:

Parakrama, Uras (peito, tórax, seios).
————

3º Bhāva – Inclinação mental, habilidade, memória, intelecto, inclinação para o estudo, coragem, firmeza, valor, heroísmo, irmãos ou irmãs mais novos, primos, vizinhos, pequenas viagens, comunicações tais como ferrovias, rádio, postes e telégrafos, correspondência, escritos, mudanças de residência, assinatura de contratos ou acordos, rumores, realização de contos e histórias, mãos, garganta, omoplata, clavícula, sistema nervoso, braços. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • Se os Senhores da 3ª casa e do Lagna estiverem relacionados por mútua mudança de local e também estiverem fortes, o nativo será bravo, valoroso e ajudará seus irmãos; ele também será capaz de realizar atos ousados.
  • Se o Senhor da 3ª casa estiver forte e associado com um benéfico, e se o Kāraka do Bhāva (Maṅgala) estiver forte e também posicionado em uma casa benéfica, a prosperidade dos irmãos é indicada. Mas ele deve estar fraco ou mal colocado e haverá perda de irmãos.
  • Se ambos, o Senhor e o Kāraka da 3ª casa (Maṅgala) estiverem posicionados em Rāśis ímpares e estiverem aspectados por Bṛhaspati, Sūrya e Maṅgala, e se a 3ª casa também acontecer de ser um signo ímpar, o nativo terá muitos irmãos como revelados pelo Navāṃśa.
Se houver inimizade entre o Senhor de um Bhāva e aquele do Lagna, devido a causas naturais e temporais, ou eles estando posicionados na 6ª e 8ª casas com relação um ao outro, inveja, rivalidade ou ciúme surgirão para o nativo com a pessoa indicada pelo Bhāva durante o trânsito destes planetas. Mas se houver amizade natural ou temporária entre os dois planetas acima citados, deve-se predizer amizade sendo formada quando os planetas também entrarem em conjunção em seus trânsitos. 
– Mantreśvara
Bandhu Bhāva
————

Outros nomes:

Friha, Hibuka (patala, nadir, a 4ª casa), Sukha (felicidade).
————


4º Bhāva – Representa a mãe, lar da terra natal, residência, ambiente doméstico, grave, assuntos particulares etc., vida secreta, veículos, campos, pastos, fazendas, plantações, minas, construções, propriedade dos ancestrais, tesouros escondidos, formação acadêmica, poços, água, leite, rios, lagos etc. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • Se ao nascimento o Senhor da 4ª casa, bem como Candra, ocuparem uma duṣṭabhāva  (6ª, 8ª ou 12ª) e estiverem desprovidos de conjunção ou de aspectos de benéficos, ou estiverem cercados de maléficos, ou estiverem também aspectados por ou conjunto com um maléfico, o resultado será a morte da mãe. Mas deve os dois planetas acima estarem fortes e associados com ou aspectados por benéficos e se benéficos estiverem posicionados na 4ª casa, o Yoga irá conduzir à felicidade da mãe. A felicidade da mãe deve ser declarada por uma referencia de benéficos ocupando locais favoráveis contados de Candra ou se eles aspectarem se aspectarem mutuamente ou estiverem conjuntos.
  • Se o Senhor do Lagna ocupa a 4ª casa ou o Senhor da 4ª casa estiver no Lagna, se Candra tiver o aspecto destes, a pessoa realizará certamente os ritos funerais de sua mãe. Mas se estes dois planetas estiverem posicionados em signos inimigos ou em signos de depressão, ou a 6ª e a 8ª casas não tiverem qualquer relação um com o outro (quer por associação ou aspecto), a pessoa não será capaz de fazer os últimos ritos funerários para a mãe no momento de sua morte.
  • Somente o que foi dito sobre a mãe a partir do 4º Bhāva, semelhantes observações devem ser feitas no caso do pai, irmãos e filhos a partir da referencia do respectivo Bhāva, Kārakas dos Bhāvas em questão, o planeta governando o Bhāva, o Lagna e seu Senhor.
  • O Senhor da 4ª casa e Śukra, se bem colocados, no Lagna e na 4ª casa, irá conferir ao nativo a honra de usar um palanquim como seu veículo, Senhorio e realeza; ele também levarão à aquisição de ouro e semelhantes, seda, joias caras, ornamentos, cama e outros apêndices com facilidade sexual, gratificação, vacas, elefantes e cavalos.
  • Se o Senhor da 4ª casa estiver em um duṣṭabhāva ou conjunto com Sūrya e Maṅgala, ou se a 4ª casa estiver ocupada por Maṅgala e por Sūrya, a casa onde o nativo nasceu será incendiada. Se Rāhu ou Śani estiverem na 4ª com seu Senhor, a casa será velha e dilapidada. Se a 4ª ou seu Senhor ocupado por um planeta inimigo, os pertences do nativo tal como vacas, terras, veículos etc, será usurpado por seus inimigos.


Sempre que os senhores do Lagna e da 6ª casa estiverem em conjunção (em um trânsito) o inimigo do nativo estará sob seu controle, se o Senhor da 6ª casa estiver mais fraco do que o Senhor do Lagna. Caso contrário, o inverso será o resultado. 
– Mantreśvara
Putra Bhāva
————

Outros nomes:

Pratibha, Rajanka (a 5ª casa), Kara (imposto, tributo), Athman (referente a ātma(?), Dhi (deleite, prazer), Asu (destilar), Suta (extraído), Jatara (sem referências), Sruti (cânone hindu que abarca as Upanishads e os 4 vedas), Smriti (textos hindus sobre leis, historias, escrituras, provérbios, doutrinas e filosofias).
————

5º Bhāva – Filhos (crianças), inclinações, prazeres, talentos artísticos, recreação, divertimento, esportes, romance, atividades competitivas como cartas, palavras cruzadas, jogos de loteria ou apostas, assuntos de amor, embaixadores, os bons ou os maus costumes, mantra-tantra, religiões, mente, mais elevado conhecimento e sabedoria, inteligência, riqueza enorme, pratica espiritual etc. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • Se o 5º Bhāva for idêntico a uma Rāśi ou Amsa governado por Budha (um benéfico) ou ocupado por aquele planeta, a pessoa será inteligente e sincera. O mesmo acontecerá no caso em que o Senhor da 5ª casa estiver bem colocado e alcançou um Vaiseshikamsa.


Ari Bhāva
————
Outros nomes:

Vrana, Seva, Rina (débito), Astra (braços), Chora (ladrão), Kshata (ferimentos), Roga (doença), Satru (inimigo), Jnati (relação paterna), Aji (batalha), Dushkritya (um ato perverso), Agha (pecado), Bheeti (medo) e Avajna (humilhação).
————

6º Bhāva – Doenças, enfermagem, alimentação, serviço, empregados, subordinados ou servos, dívidas, gado, inquilinos, inimigos, tio materno, avareza, angústia intensa, litígios etc. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • (1) Maléficos na 6ª; (2) o Senhor do Lagna em conjunção ou aspectado pelo Senhor da 6ª possuído de força; (3) o mesmo Senhor posicionado na 6ª; (4) o Senhor da 6ª em um Kendra; e (5) em conjunção com ou aspectado por maléficos, sujeitará o nativo a constante e incomodo de inimigos, o qual não pode ser facilmente remediado.
  • Se o Senhor do Lagna estiver mais forte do que o Senhor da 6ª casa e estiver posicionado na Rāśi ou em um Amsa de um benéfico, e também aspectado por um benéfico, e se o Senhor da 4ª, dotado com força, ocupar um Kendra ou um Koṇa, a pessoa nascida será vigorosa e saudável, sendo dotada com uma forte constituição e desfrutando de todos os confortos e felicidade.
  • Se ao nascimento os Senhor da 6ª casa estiver em um duṣṭabhāva, idêntico com seu signo de depressão ou inimigo, ou eclipsado pelos raios de Sūrya, e se o Senhor do Lagna estiver mais forte do que ele, e se Sūrya estiver na 9ª casa, a destruição dos inimigos do nativo pode ser declarada. (Outra leitura interpreta: “e se a 6ª casa estiver ocupada por um benéfico, a destruição dos inimigos do nativo...”
  • Os seguintes Bhāvas: ou seja (1) aquele governado pelo planeta associado com o Senhor da 6ª casa; (2) aquele ocupado pelo Senhor da 6ª casa; e (3) aquele governado pelo planeta na 6ª casa – estes Bhāvas irão provar serem inimigos para o nativo.
  •  
Com relação a qualquer Bhāva, quando Śani em seu trânsito chega na Rāśi e Navāṃśa ocupados pelo senhor da 8ª ou da 12ª casa contadas a partir daquele Bhāva, a destruição total daquele Bhāva deve ser esperada. O mesmo será no caso em que Śani transita alguma casa que é triangular à aquelas duas casas. 
– Mantreśvara
Yuvati Bhāva
————

Outros nomes:

Stri, Jamitra, Chittottha (desejo), Mada (paixão), Asta (estabelecido), Kama (desejo), Dyuna, Advan (um caminho ou estrada), Loka (povo), Pati (marido), Marga (caminho) e Bharya (esposa).
————

7º Bhāva  – Casa da união ou das relações terrenas, servidão legal, parceiro na vida (esposa ou marido), parceiro nos negócios, vida conjugal, influência em países estrangeiros e reputação alcançada lá, vida sexual, relacionamento conjugal, perigo para a vida, marakasthana (a casa da morte). C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:
               
  • Se a 7ª casa estiverem relacionadas com um benéfico (quer por associação ou aspecto) e seu Senhor estiver dotado com força, a esposa da pessoa nascida será virtuosa e viverá feliz com seu marido, sendo abençoada com filhos e dotada com todas as boas qualidades.
Se a partir do Senhor do Lagna ou do Senhor do 7º Bhāva, a 5ª casa estiver ocupada por Bṛhaspati, Śukra ou Candra, a pessoa se torna um elevado oficial do governo e com poderes políticos. 
– Jaimini
Randhra Bhāva
————

Outros nomes:

Vinasa,  Dehavivara, Mangalya, Randhra, Malina, Adhi (dor mental), Parabhāva (derrota ou insulto), Ayus, Klesa (tristeza), Apavada (culpa ou censura), Marana (morte), Asuchi (impureza), Vighna (obstáculo ou impedimento) e Dasa (servidão).
————

8º Bhāva – Longevidade ou prolongação da vida, também chamada casa da morte (porque o fim da longevidade é a morte); herança, legados, testamentos, seguros, previdência e gratuidade, acidentes, morte por afogamento, incêndio ou suicídio, miséria, infortúnio, tristeza, contenda, preocupações, desgraça, atraso, desânimo, desapontamento, derrota, perda e obstrução, roubo, extorsão, doenças crônicas. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • Pessoas em cujas natividades o Senhor da 8ª casa estiver posicionado em uma outra casa que não um Kendra, e também mais fraco do que o Senhor do Lagna, deve ser declarado como de vida longa e livre de ansiedades, obstáculos e misérias.
Se planetas maléficos ocupam o 3º e 6º a partir dos Senhores do Lagna ou dos Senhores do 7º Bhāva, a pessoa se torna um comandante militar.
– Jaimini
Dharma Bhāva
————
Outros nomes:

Punya (boas ações), Guru, Acharya (preceptor), Daivata (divindade), Pitru (pai), Subha (qualquer coisa auspiciosa), Purva bhagya (sorte anterior), Puja (culto), Tapas (penitência), Sukruta (virtude ou mérito religioso, um ato bom ou virtuoso), Pautra (neto), Japa (oração, louvor) e Aryavamsa (família nobre).
————

9º Bhāva – Fé, sabedoria e adoração divina; fortuna ou sorte (bhagya), filosofia, crenças religiosas e filosóficas, meditação, intuição e premeditação, locais de adoração, sacrifícios e caridade, pai, preceptor (Guru), ensinamentos, Dharma, netos, sonhos e visões, joelhos; comunicação com espíritos, longas viagens, viagem, viagem no ar, ensino superior, viagens para o estrangeiro. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • Se Maṅgala ou Sūrya ocuparem a 9ª casa e o Senhor do anterior estiver em um duṣṭabhāva, ou entre dois maléficos, o efeito será a morte do pai do nativo logo depois do nascimento.

Nota – Se a morte não acontece imediatamente, isto pode ocorrer no Dasa de Sūrya ou de Maṅgala.
  • Se Sūrya, no caso de um nascimento diurno, ou Śani no caso de um nascimento noturno, estiverem bem colocados e aspectados por benéficos, e se o Senhor da 9ª também estiver forte, o pai do nativo viverá por um longo tempo.
  • Se Śani governando a 9ª casa ocupar um signo móvel e não tiver aspectos de benéficos, ou se Sūrya estiver em um duṣṭabhāva, a criança viverá sob os cuidados de um pai adotivo.
  • Se a 9ª casa ou seu Senhor, estando em um signo móvel, estiver conjunto ou aspectado por Śani, e se o Senhor da 12ª casa estiver forte, a criança nascida será adotada por outra (família).


Se o Lagna ou o 8º Bhāva dele tem o aspecto de Śukra, deve-se predizer a perda de irmãos mais velhos e mais jovens.
– Jaimini
Karma Bhāva
————

Outros nomes:

Vyapara (comércio), Aspada (posição social ou lugar), Mana (honra), Karma (ocupação), Jaya (sucesso), Sat (benefício), Kirti (fama), Kratu (sacrifício), Jeevana (subsistência ou profissão), Vyoma (céu ou zênite), Achara (boa conduta), Guna (qualidade), Pravritti (inclinação), Gamana (andar, marcha, atitude, modo de andar), Ajna (comando) e Meshurana

10º Bhāva – Coxas, honra, dignidade, estima pública, nome e fama, prestígio do poder, crédito por um bom trabalho e conduta), sucesso e status, posição e prestígio, respeito e reputação, ambição e autoridade, atividades mundanas, responsabilidades, permanência (no serviço), promoção, progresso, profissão, últimos ritos (extrema unção) a um dos pais, funções religiosas. Governo, alta posição, tais como Presidente, Primeiro Ministro, ou Ministro; peregrinações a lugares santos, honra do Governo. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

  • Se um benéfico planeta ocupa a 10ª casa e o Senhor da casa estiver em plena força em um Kendra ou Koṇa que é seu Svaketra ou seu signo de exaltação, ou se o Senhor do Lagna estiver na 10ª, a pessoa será reverenciada por todos, altamente renomada, e disposta a fazer sempre ações virtuosas. Sua afluência será semelhante ao de um rei e ele terá vida longa.
  • Se Sūrya ou Maṅgala ocupam a 10ª casa, o nativo será uma personagem grande e poderosa e admirada pelo povo. Se o Senhor da 10ª casa estiver bem colocado, ele será capaz de realizar grandes empreendimentos envolvendo muito valor e heroísmo. Ele realizará algumas ações benéficas elogiada pelos bons se a 10ª casa estiver ocupada por benéficos. Mas se Rāhu, Śani e Ketu estiverem posicionados na 10ª casa, o resultado será que a pessoa cometerá atos pecaminosos e cruéis


A Longevidade de uma pessoa deve ser determinada com referência ao Lagna e ao 8º Bhāva dele.
– Jaimini
Lābha Bhāva
————
Outros nomes:

Lābha (ganho), Aya (rendimento, receita, salário), Agama (aquisição), Apthi (ganhos), Siddhi (realização, cumprimento), Vibhāva (riqueza), Prapthi (lucro), Bhāva, Slaghyata (veneração, louvor), irmãos e irmãs mais velhos, ouvido esquerdo, Sarasa (qualquer coisa suculenta).
————

11º Bhāva – Amigos, sociedade, comunidade, favoritos, ambições, desejos, anseios e suas realizações, ganhos de riqueza, sucesso nas empresas, entrada de riqueza, lucros, prosperidade, irmãos e irmãs mais velhos, recuperação de doenças, a aurora da fortuna, tornozelos. C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:

Note os seguintes dois Bhāvas: (1) o Bhāva governado pelo planeta associado com o Senhor da 11ª casa; e (2) o Bhāva ocupado pelo Senhor da 11ª. A (ganho) aquisição de coisas (ou objetos) relacionados pelos Bhāvas em questão pode ser predicadas. Uma semelhante predição pode ser feita também através dos planetas ocupando a 11ª casa.

Os planetas nos ângulos dão efeitos na infância. Os efeitos dos planetas nas casas Panapharas são sentidos na meia idade, enquanto que os planetas em casas Apoklima dão resultados na conclusão da vida do nativo. 
– Kalyama Varma
Vyaya Bhāva
————
Outros nomes:

Duhkha (miséria), Anghri (perna), Vama Nayana (olho esquerdo), Kshaya (perda, declínio), Suchaka (um contador de histórias, um espião), Anthya (passado), Daridrya (pobreza), Papa (pecado), Sayana (cama), Vyaya, Ripha e Bandha (aprisionamento)
————

12º Bhāva – Perda e impedimentos, restrição e limitação, desperdício e extravagância, despesas, luta e decepção, investimentos, donativos, caridades, separação da família, viagens para lugares distantes, sofrimento e pecado, miséria e infortúnio, pobreza, prisão, inimigos secretos, confinamento em hospital, associação, escândalo, fraude, desgraça, sofrimentos secretos, sucesso através de assuntos ocultos; os pés, o olho esquerdo, a orelha esquerda, confortos de cama, dívidas, vida em no estrangeiro e Moksha (salvação final). C.R. Bhatt.

Por Mantreśvara:
  • Note os seguintes dois Bhāvas: (1) o Bhāva governado por um planeta que ocupa a 12ª casa; (2) o Bhāva ocupado pelo Senhor da 12ª casa. A perda de coisas relacionadas por estes dois Bhāvas devem ser predicadas.